Publicado em Escrever, Uncategorized

REDAÇÃO DO ENEM: como lidar? – parte 3: O tema/A tipologia textual

Nós vimos nos textos anteriores que a nota do ENEM depende de cinco competências, ou critérios. Portanto, você só ganha nota MIL se atender satisfatoriamente às cinco. A primeira delas diz respeito à norma culta. A segunda trata do TEMA e da ESTRUTURA ARGUMENTATIVA!

II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Este critério é um dos mais abstratos para estudar. Um bom desenvolvimento do tema depende de uma boa interpretação de texto. Para isso, você precisa:

  1. ler com atenção os  textos de apoio e ficar atento às palavras-chave;
  2. hierarquizar informações essenciais e acessórias para não tangenciar o tema;
  3. construir uma argumentação forte, diferenciando-se do senso comum;
  4. ser mais argumentativo que expositivo, ou seja, ter em vista que o objetivo é convencer o leitor;

Quanto melhor for sua habilidade em seguir essas instruções, mais próximo do nível 5 na competência II você vai estar:

Nível 0: “Fuga ao tema/não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa”.

Se você fizer uma redação que mostre total incompatibilidade com o tema, você não ganha zero só na competência II, você ganha zero na redação INTEIRA! Portanto, nada de fazer gracinhas e protestos com poesia sobre os meninos de rua se o tema não for esse.
Nível 1: Apresenta o assunto, tangenciando o tema ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais.

Às vezes você se acha um sujeito brilhante, com dom para a escrita e uma visão revolucionária de arte, aí você decide “fugir ao senso comum” apresentando uma redação original, com rimas em certas partes ou uma introdução que conta uma tocante história. Bom, você será penalizado pela sua “originalidade”, que será interpretada como falta de domínio da tipologia dissertativa-argumentativa ou dificuldades de entendimento do tema. Melhor não correr esse risco e fazer o que foi pedido pra fazer.
Nível 2: Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão.

O nível 2 é para os estudantes que até tentam fazer um bom texto argumentativo, mas falham em muitos aspectos: copiam ideias já ditas, ou seja, não acrescentam nada ao que já foi apresentado, não têm reflexão; não apresentam tese, argumentação etc. Encaixam-se nesse padrão textos com apenas dois parágrafos, por exemplo.
Nível 3: Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.

O nível 3 é a média. O estudante não copia nada, mas suas ideias também não são originais, não fica muito perceptível a força da tese e dos argumentos. O texto tem de 3 a 4 parágrafos, mas usa clichês como “hoje em dia as pessoas têm menos tempo”.
Nível 4: Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.

Esse nível é para quem consegue fazer um bom texto: sensato, respeitando os direitos humanos, com opinião minimamente original, tese evidente na introdução, no mínimo dois argumentos consistentes e uma conclusão satisfatória!
Nível 5: Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo.

Essa aqui é para quem costuma ter uma visão crítica bem elaborada da sociedade e do tema, relacionando várias áreas de conhecimento com originalidade. Além de uma boa estrutura argumentativa. Os parágrafos estão todos organizados em torno de um único argumento, mas não são redundantes. A tese realmente é comprovada pelos argumentos e retomada na conclusão.

É ISSO!

No próximo post,

Autor:

Algumas paixões e muitas palavras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s