Publicado em Escrever

REDAÇÃO DO ENEM: como lidar? – parte 1

Faltam 14 dias para o ENEM!!!

Isso significa que temos DUAS semanas para entendermos um pouco mais a respeito de como funciona a banca do Exame Nacional do Ensino Médio.

“PRA QUÊ ENTENDER A BANCA? NÃO SERIA MELHOR DAR DICAS PARA A REDAÇÃO PERFEITA?”

Compreender o que se espera do estudante numa redação é importante para você que já assistiu a muitas aulas de produção textual e já ouviu muitas dicas, mas continua tirando notas baixas ou medianas.

Muitos alunos não atentam para a grade de correção, portanto, apesar de praticarem muito, não vão melhorar de nota enquanto não entenderem o que não está funcionando no seu texto. Isso só é possível quando se conhece os critérios de correção da sua produção textual.

ENTENDENDO A GRADE DE CORREÇÃO DO ENEM:

De acordo com o edital do ENEM 2015, a correção é

“baseada nas cinco competências da Matriz de Referência para Redação, a proposta da Redação do Enem é elaborada de forma a possibilitar que os participantes, a partir de uma situação-problema e de subsídios oferecidos, realizem uma reflexão escrita sobre um tema de ordem política, social ou cultural, produzindo um texto dissertativo-argumentativo em prosa.”

Explicando melhor:

1- Haverá uma situação polêmica de ordem social, política e cultural;

A situação polêmica que servirá de tema para a redação é imprevisível. Podemos entender que é um tema atual, relevante e que envolve toda a sociedade, mas NÃO HÁ COMO PREVER (de maneira legal) o tema. Por isso é tão importante que você leia jornais, revistas e textos de todo o tipo. Uma pessoa bem informada e atualizada sobre as questões sociais não terá problemas em dissertar razoavelmente sobre qualquer tema, pois, ainda que não seja especialista no assunto escolhido, ela terá algo sensato a dizer.

2- Haverá cinco critérios, e eles irão definir a sua pontuação final;

Para você ganhar MIL na redação, você precisará atender com excelência às cinco competências da prova. São elas:

I- Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;

II- Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

III- Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

IV- Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 

V- Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Ao longo desses dias, estarei especificando o que exatamente quer dizer cada uma dessas cinco competências. Vamos fazer uns exercícios e ver exemplos de erros e acertos de outras redações.

Se você vai fazer a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias no dia 25 de outubro 2015, não pode perder!

Beijos!

#1000noEnem #DicasDaLaíza #EscrevaMelhor

Autor:

Algumas paixões e muitas palavras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s